Veja quem pode e como conseguir adicional de 25% na aposentadoria 

Veja quem pode e como conseguir adicional de 25% na aposentadoria 
Veja quem pode e como conseguir adicional de 25% na aposentadoria

Veja quem pode e como conseguir adicional de 25% na aposentadoria 

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) disponibiliza aos aposentados a oportunidade um acréscimo de 25% no valor final do benefício. Trata-se do adicional para segurados que necessitam da ajuda de terceiros para realizar atividades do dia a dia, como tomar banho ou se alimentar.

O valor extra da chamada aposentadoria por invalidez está regulamentado no artigo 45 da Lei n.º 8213/91 (Lei de Benefícios), assim como no artigo 45 do Decreto n.º 3.048/99. A regra é clara e diz que o aposentado que necessitar de assistência permanente de outra pessoa receberá um bônus de 25% no valor do benefício.

>>Bolsa Família: beneficiários com NIS 9 recebem o auxílio nesta segunda-feira

Quem pode solicitar o serviço?

Para recorrer a este serviço, a pessoa já aposentada ou em avaliação para aposentadoria por invalidez deve apresentar uma ou mais das seguintes doenças abaixo:

  • Doença que deixe a pessoa acamada;
  • Perda de um braço e uma perna, quando a prótese for impossível;
  • Cegueira total;
  • Perda de nove ou mais dedos das mãos;
  • Paralisia dos dois braços ou pernas;
  • Perda das pernas, quando a prótese for impossível;
  • Perda de uma das mãos e de dois pés, ainda que a prótese seja possível;
  • Alteração das faculdades mentais com grave perturbação da vida orgânica e social, ou seja, dificuldade em organizar o pensamento, o raciocínio e a tomada de decisões para fazer as atividades de vida diária e sociais sozinho;
  • Incapacidade permanente para as atividades da vida diária.

Somente a perícia média feita pelo INSS determinará se o aposentado tem direito ao aumento de 25%. Vale dizer que, além da verificação pela autarquia, o resultado do laudo dependerá também de aprovação do supervisor do atendimento.

>>MEIs podem contar com atendimento gratuito para regularizar dívidas

Como solicitar o acréscimo de 25% na aposentadoria

O primeiro passo do processo é agendar a perícia médica junto ao INSS. Veja o passo a passo abaixo para realizar o agendamento:

1- Acesse o portal Meu INSS e faça login;
2- Vá na opção “Agendamentos/Solicitações”;
3- Em seguida, clique em “Novo Requerimento”;
4- Escolha o serviço que desejado;
5- Clique em “Atualizar”;
6- Verifique ou altere os dados de contato e depois clique em “Avançar”;
7- Informe os dados necessários para concluir o pedido.

A documentação exigida durante a perícia médica, comum para todos os casos, inclui: RG, CNH ou CTPS; exames, laudos, receitas médica; procuração ou termo de representação legal (tutela, curatela, termo de guarda), se houver; além de documento de identificação com foto (RG, CNH ou CTPS) e CPF do procurador ou representante, também se houver.

>>Justiça acolhe pedido da ANTT e autoriza redução dos pedágios das BRs 324 e 116 

*Fonte: Capitalist

Deixe um comentário