Seguro de Casa: dicas para escolher o melhor seguro residencial

Algumas famílias não gostam de investir na segurança de sua residência, a fim de não aumentar as despesas, mas isso é fundamental para evitar problemas futuros. Seja colocando um alarme, contratando ronda ou então fazendo um seguro, proteger a moradia é muito importante.

Por que contratar um seguro para casa?

As pessoas se esforçam para comprar coisas e deixar a casa do jeito que sempre sonharam, mas algumas situações podem acabar com esse desejo. O crime é um grande problema, os bandidos não têm mais horário para assaltar, podendo realizar isso até mesmo com os donos dentro da residência.

O clima também é outro perigo, ninguém está livre de passar por uma catástrofe e perder os seus bens. Para evitar a perda total do valor investido, a melhor coisa a se fazer é realizar um seguro.

Saiba do que você precisa

O primeiro passo antes de assinar um contrato é verificar do que você realmente precisa. Existem diversos tipos de seguros residenciais, com valores e coberturas diferentes. O contratante pode personalizar o seguro de acordo com o que necessita, por exemplo, quem mora em locais onde costuma acontecer inundações, coloca essa característica.

Os pacotes fechados oferecem algumas garantias, então conheça cada uma delas, e pesquise em ao menos três bancos ou seguradoras antes de assinar o contrato.

Não arrisque

Não adianta pagar barato por um seguro se ele não for confiável. Se a sua escolha não for por um grande banco, pesquise a história da companhia, e tente falar com clientes que já utilizaram o serviço. Algumas empresas prometem pagar certo valor e não fazem, ou então demoram muito mais tempo do que o necessário para realizar isso.

Como funcionam as apólices do seguro?

No momento de negociação da proposta a pessoa deve ficar atenta na apólice do seguro. Ela contém todas as informações sobre o contrato, citando a data que ele passa a valer, possíveis taxas para o seu acionamento, explica os riscos do negócio, e fala sobre todos os tipos de coberturas negociadas.

Negocie com um corretor de seguros

Embora possa parecer fácil, a negociação de um seguro residencial é complexa, e para diminuir as possibilidades de mau negócio, deve contratar um corretor. Este profissional vai ajudar a adequar a proposta em relação ao que você precisa, mas saiba quem ele realmente é, conferindo na Susep (Superintendência de Seguros Privados). Muitos deles também costumam usar a plataforma mapreconnect o que dar mais respaldo aos seus serviços.

Pague menos por mais

Pesquise algumas opções antes de fechar negócio, procure por alternativas que ofereçam mais coisas no pacote básico. Por exemplo, um seguro que ofereça pagamento de R$ 10 mil para roubos e incêndio, é obviamente melhor do que outro que tenha de pagar a mais para incluir roubos.

Preços de Seguro Residêncial

Quanto maior for a cobertura oferecida, mais deverá pagar a cada ano. Por exemplo, um seguro de R$ 10 mil custa aproximadamente R$ 700,00 por ano. Faça as contas e verifique quanto valem os itens que tem na sua residência, não adianta um seguro que ofereça menos do que o valor dos produtos.

1 thought on “Seguro de Casa: dicas para escolher o melhor seguro residencial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *