Como montar um curriculo – Modelos Prontos

Ter um bom currículo é fundamental para conseguir um emprego. Entretanto muitas pessoas sentem dificuldades na hora de montar um curriculo profissional. Mesmo que o profissional seja bom, é através do currículo que o empregador poderá ter sua primeira impressão antes de decidir admitir ou não uma pessoa.  Portanto, é de grande importância saber como montar um currículo e por isso, deixamos aqui algumas dicas que irão ajudá-lo.

Afinal como devo montar curriculo?

A primeira dica é que o candidato deve adequar este documento às necessidades do empregador, por isso, não é recomendado um mesmo currículo para vários tipos de vagas.

Outra dica é deixar o currículo o mais objetivo possível. Nada de incluir informações desnecessárias, como por exemplo, o número do seu RG.

Hoje em dia, deve constar em um currículo apenas as informações necessárias para que a entrevista seja agendada. Seus documentos serão necessários para a contratação e não para a entrevista em si. Veja abaixo um passo-a-passo para montar um currículo.

Coisas que um bom currículo deve conter:

  1. Dados pessoais; deve conter nome completo, endereço residencial e telefone para contato. Além disso, deve ser informada a idade e o estado civil.
  2. Objetivo: muito importante informar qual o seu objetivo enquanto candidato à vaga. Escolha um objetivo apenas (o mais importante) e seja o mais direto possível.
  3. Qualificações: se você possuir muitas, escolha as principais, afinal, um currículo deve ser objetivo. Enumere pontos positivos da sua carreira e que estão de acordo com as necessidades da empresa. Procure fazer um bom texto, algo que chame a atenção do recrutador.
  4. Formação Acadêmica: informe o seu grau de escolaridade em ordem decrescente, ou seja, do último grau em diante. Se você tem nível médio apenas, comece por ele. Se tem nível superior, comece por ele e assim por diante. Não esquecer de mencionar a instituição e ensino e o mês de término ou previsão.
  5. Experiência Profissional: também deve ser informada na ordem decrescente. Deve conter nome da empresa, cargo, mês e também ano tanto da admissão como da demissão e as atribuições do cargo.
  6. Cursos complementares: idiomas e informática: é importante colocar essas informações como complementares.
  7. Cursos extracurriculares: seminários, workshops. Deve também ser informado a instituição, mês e ano, além da carga horária.

Quanto ao idioma, informe apenas se realmente tiver conhecimento do mesmo. O que não colocar em um currículo também é importante saber o que não colocar no currículo e assim evitar algumas “gafes” como, por exemplo, a foto, que só deve ser enviada caso o empregador solicite.

Outras coisas que devem ser evitadas são:

  • Número dos documentos (como já foi dito);
  • Pretensão salarial;
  • Referências pessoais;
  • Informações negativas;
  • Título (Currículo ou Currículo Vitae);
  • Certificados de cursos já realizados;
  • Motivo de saída dos empregos anteriores;

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *