Assédio moral no trabalho: saiba o que configura e quais são as medidas que as empresas devem tomar

Desde que o trabalho existe, começaram a surgir as situações onde o empregado é sujeito a situações de violência psicológica.

E essa violência psicológica pode ser chamada de assédio moral no trabalho.

As ações de violência psicológica podem acontecer das mais diversas formas:

  • seja através de falas agressivas,
  • humilhação em público,
  • estipulação de metas que nunca podem ser alcançadas,
  • negar pedidos de folgas para determinada pessoa enquanto outras têm o pedido aceito (sem motivo plausível) ou apelidando os empregados e trata-los de maneira pouco ou nada profissional.
assédio moral no trabalho
Assédio moral no trabalho

E esses são só alguns exemplos de como o assédio moral pode acontecer, havendo muitas variações de empresa para empresa.

Em resumo, assédio moral é toda ação ou atitude por parte os empregadores, gestores, ou colegas de trabalho que fazem com que a permanência do indivíduo no trabalho se torne inviável.

Podendo proporcionar doenças psicológicas e até mesmo físicas devido ao alto nível de estresse que a pessoa deve suportar.

Problemas psicológicos atrelados ao assédio moral nas empresas

Infelizmente, hoje em dia não é incomum ter um grande número de pessoas desenvolvendo doenças psicológicas devidos a situações de assédio moral que passou dentro de alguma empresa.

Devido ao momento de crise econômica que o país vem passando, é normal entre as empresas exigir que uma mesma pessoa cumpra diversas funções e trabalhe mais horas que o normal.

Apenas essas situações já são motivo suficiente para que o empregado gere alguma doença psicológica, por medo de não aceitar as condições propostas e acabar perdendo o emprego, que, por muitas vezes, é a fonte total de renda da família.

Vale ressaltar, que o assédio moral é caraterizado pela ação repetida por parte do assediador.

E que se deve ter bom senso ao saber analisar as situações onde o empregador ou gerente está apenas fazendo uma crítica construtiva em busca da melhoria de um processo.

Situações que podem apontar que o empregado está sofrendo assédio moral

Veja abaixo algumas situações em comum que pessoas que já sofreram assédio moral no ambiente de trabalho passaram.

  • São colocadas em ambientes diferentes dos empregados que fazem a mesma função. São isolados;
  • São constantemente impedidos de falar ou de expressar a sua opinião em relação a qualquer assunto;
  • São alvos de piadas e de falas humilhantes, seja sozinho ou perto de seus colegas de trabalho;
  • É obrigado a pedir demissão, pois não suporta o ambiente nocivo;
  • Pode desenvolver transtornos psicológicos.

Situações que podem ajudar a reconhecer um assediador

Veja abaixo algumas ações que podem te ajudar a reconhecer um assediador nas empresas.

  • Seu comportamento é agressivo e várias vezes ele usa palavras e frases constrangedoras;
  • Faz brincadeiras de mau gosto onde a maioria das pessoas fica sem graça ou deslocada;
  • Está sempre inferiorizando funcionários da sua equipe ou até mesmo as pessoas que exercem a mesma função que ele;
  • Controla exageradamente as pessoas, até mesmo quantas vezes elas vão ao banheiro;
  • Impõe horários abusivos;
  • Não tem atitudes simples de respeito ou educação na frente do outro.

Medidas que as empresas devem tomar para que não ocorra assédio moral

  • Falar com os empregados sobre assédio moral;
  • Criar um manual de regras internas que fale sobre ética e abomine qualquer prática discriminativa e abusiva;
  • Oferecer apoio psicológico para os funcionários que precisam;
  • Trabalhar o clima organizacional para que a empresa tenha um ambiente colaborativo onde as pessoas se sintam à vontade para desempenhar sua função.
  • Tratar as denúncias de assédio com seriedade, ouvindo testemunhas e todos os envolvidos;
  • Aplicar medidas corretivas nos assediadores, sendo possível até mesmo aplicar a justa causa em casos extremos.

Esperamos que esse artigo tenha ajudado a entender o que é assédio moral e o que as empresas podem fazer para que ele não ocorra.

Lembre-se que ninguém é obrigado a passar por situações que prejudicarão sua saúde física ou mental no ambiente de trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *