Aluguel Social: Como Funciona cadastro e quem tem direito? Saiba tudo

Você conhece o programa Aluguel Social 2021 do Governo Federal? O benefício pode garantir a moradia de inúmeras famílias.

Se você não tem casa própria e precisa de ajuda para pagar um imóvel, este benefício é muito interessante.

Sabemos que o déficit imobiliário do país prejudica os mais pobres.

Sem ter para onde morar, muitos se submetem a moradias irregulares colocando em risco suas vidas e também as de suas famílias.

E com a pandemia, o auxílio aluguel se tornou ainda mais necessário.

Milhares de brasileiros perderam suas rendas e não conseguiram honrar o compromisso mensal de pagar por suas casas.

São inúmeros relatos de pessoas que não foram despejadas pelos donos dos imóveis pela falta de pagamento.

Conhece alguém que sofreu com isso? Infelizmente é uma realidade que preocupa e que precisa de respostas.

Se você está nesta situação ou conhece alguém que esteja, saiba que o aluguel social pode ser uma saída.

A seguir, você aprenderá mais sobre este benefício social.

aluguel social
Saiba tudo sobre o programa de auxílio moradia do governo.

O que é o aluguel social?

O Programa Aluguel Social é uma iniciativa do Governo Social, sendo administrado pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR).

O objetivo é ajudar famílias de baixa renda através de uma parceria público-privada que envolverá concessões de áreas degradadas para a implantação de novas bolsas moradias.

Quanto é o aluguel social 2021?

Além disso, será feito também um pagamento mensal de um valor de até R$ 500 para ajudar famílias carentes a pagarem o aluguel.

Com lançamento previsto para o segundo semestre de 2021, a proposta surge diante de um país bastante afetado pela pandemia.

Com mais de 2/3 dos adultos do país recebendo Auxílio Emergencial, vemos o quanto as famílias foram impactadas pela crise gerada pelo fechamento das empresas.

Desempregados ou com os rendimentos baixos, brasileiros de todas as partes do país agora aguardam pelo lançamento oficial do Aluguel Social para poder pagar uma casa.

Você sabe como é importante ter uma casa para chamar de sua, sendo este o sonho de todos os brasileiros.

Mas muitos não conseguem adquirir uma casa própria por isso, moram de aluguel mesmo sem ter condições de pagar.

Comprometendo boa parte de suas rendas com o pagamento do aluguel, as famílias  não conseguem se erguer financeiramente e assim se perpetua a pobreza no Brasil.

Mas com o programa de pagamento de aluguel algumas coisas podem mudar, permitindo que, gradualmente, mais pessoas conquistem a tão sonhada casa própria.

A boa notícia é que o aval para a realização do programa já foi dado pelo Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) e está sendo estruturado.

Além do auxílio aluguel, o programa também irá contemplar manutenções nos imóveis de baixa renda adquiridos pelo Minha Casa Minha Vida que hoje tem o nome de Casa Verde e Amarela.

Como você pode ver, o programa visa ajudar os brasileiros que estão em situação de vulnerabilidade social.

O foco é todo em garantir a bolsa moradia para todos e buscar apoio da iniciativa privada para viabilizar o programa.

O programa, porém, não pode ser confundido com o que é oferecido pelos estados como São Paulo e Paraná.

Nos estados os cidadãos só recebem ajuda financeira para pagar aluguel se forem vítimas de calamidades, estiverem em área de risco ou algo do tipo.

O que o Governo Federal deve oferecer ajuda para enfrentar um dos maiores problemas sociais do país: o déficit habitacional.

O público que será beneficiado pelo projeto são homens e mulheres que estejam comprometendo mais de 30% da renda com o pagamento de um aluguel.

Como funciona o aluguel social?

Todas as regras do programa ainda serão definidas pelo Governo Federal.

Até o momento, o que se sabe é que se trata de um programa social voltado para famílias carentes que gastam parte considerável de seus orçamentos com a moradia.

A Secretaria Nacional de Habitação (SNH) realizou uma série de estudos para desenhar este projeto.

O valor pago para as famílias será um subsídio para garantir a moradia, um direito básico de todo o cidadão.

Visto como um projeto muito importante e necessário, o programa será bem recebido pelos brasileiros.

Há projetos semelhantes na Europa, por exemplo, que visam melhorar as oportunidades da população ao acesso a imóveis.

aluguel social como funciona
© Shutterstock

Por aqui a proposta é a mesma: permitir que os brasileiros de baixa renda tenham segurança financeira para se manterem dentro de um imóvel alugado.

Assim como foi o Auxílio Emergencial, o programa será muito importante principalmente para os autônomos e profissionais informais que moram de aluguel.

Ainda que não tenhamos certeza de que o programa terá regras sobre os grupos que poderão se inscrever, estamos esperançosos do quanto de pessoas serão abraçadas pela proposta.

Reconhecemos a necessidade de políticas habitacionais que contemplem quem não tem condições de comprar uma casa própria.

Trata-se de um grupo muito grande que não é contemplado com moradias populares e nem pode financiar imóveis pelo Minha Casa Verde e Amarela.

São cidadãos brasileiros de várias faixas etárias e de todas as regiões do país que sofrem com os altos custos de aluguel.

Acreditamos que o programa desenvolvido pela Secretaria Nacional de Habitação trará uma mudança de vida significativa para quem conseguir ser beneficiado.

Quem tem direito?
Reprodução

Quem tem direito ao Aluguel Social?

Ainda não há uma lista de regras estabelecidas para poder se inscrever no programa.

O que já é possível saber é que o programa oferecerá uma renda de até R$ 500 para famílias de baixa renda que moram de aluguel.

O valor do aluguel das famílias contempladas deve ser maior que 30% da renda familiar.

Ou seja, se a renda familiar é um salário mínimo e a família paga R$ 400 ou mais de aluguel, já teria direito a receber o Aluguel Social.

Na visão do governo, pagar mais do que 30% do que se ganha em moradia é um “ônus excessivo” que impede as famílias de conquistarem sua casa própria.

O valor pago pelo Auxílio Aluguel ajudará as famílias a regularizarem essa situação.

Ao longo da implantação outros requisitos podem ser adicionados para classificar as famílias com direito ao receber o benefício social.

Como Cadastrar no Aluguel Social 2022?

As inscrições para o Aluguel Social ainda não estão disponíveis. Há várias informações relevantes sobre o programa que precisam ser estabelecidas.

Os requisitos para o cadastro é uma delas, por isso é necessário aguardar as próximas declarações do governo sobre o benefício.

De qualquer forma, é importante que você já comece a reservar seus documentos pessoais como identidade, CPF, rg e titulo de eleto e informações sobre renda.

Pode ser a carteira de trabalho, entre outros informes que possam comprovar que o que você ganha não é suficiente para pagar o aluguel.

documentos cadastro aluguel social e auxilio moradia
Documentos para cadastro no aluguel social e auxílio moradia

No mais, é importante aguardar todas as novidades que deverão ser anunciadas nos próximos meses.

Além da inscrição no Aluguel Social, também espera-se dados como quanto será oferecido e quem poderá receber.

A forma como o crédito será oferecido é outro dado bastante interessante que o Governo Federal ainda não revelou.

De qualquer forma, você que gasta mais de 30% do que ganha com moradia pode aguardar que provavelmente será beneficiado com o auxílio aluguel.

Como consultar?

Outra informação que ainda não está disponível é como consultar o Aluguel Social 2022.

O Governo Federal deve criar um site exclusivo para este benefício social assim como o do Programa Bolsa Família e todas as informações estarão dentro desse portal.

Até que ele seja lançado, é importante que você acompanhe o site do próprio governo que é o www.gov.br.

É através das notícias diárias desse site que você poderá se manter informado sobre o programa ou na secretária de ação e desenvolvimento social de sua cidade.

Vale lembrar que há algumas situações onde o auxílio aluguel já está certo, como é o caso dos moradores do bairro Pinheirinho, em Maceió (AL).

Vítimas de um crime ambiental causado pela exploração de sal, milhares de famílias receberão auxílio do Governo Federal.

Os contemplados são moradores do bairro atingido pelo afundamento de terra e deverão ver diretamente com a Prefeitura de Maceió para mais informações.

1 comentário em “Aluguel Social: Como Funciona cadastro e quem tem direito? Saiba tudo”

  1. Quem está no aluguel social pode tentar financiar a casa própria?
    O crédito imobiliário é facilitado pela caixa para quem está no programa?
    O aluguel social é somente durante o período de pandemia?
    Como recebo o pagamento do aluguel social? Deposito em conta ou crédito no cartão?
    Quem tem o cadastro negado na primeira tentativa, pode tentar novamente?
    Quem está com o nome sujo no SPC e SERASA pode tentar o benefício?
    Mães solteiras terão o cadastro aprovado no projeto social?

    Responder

Deixe um comentário